2016….

“A felicidade MORA nos DETALHES, no mínimo…aprendendo isso num mundo que prioriza o máximo!”

Detalhes em gentileza, educação, respeito, amor ao próximo, na brisa, no cheiro do “cangote” dos meus filhos ou numa rosa, no por-do-sol, que faz um espetáculo todos os dias. Numa oração, no silêncio que fala alto, aonde estiver, que a alegria seja de dentro para fora, da essência, pois assim permanece!

Feliz 2016….

Yayoi Kusama x Louis Vuitton

Vogue, julho 2012, coleção da Louis Vuitton em parceria com a artista plástica Yayoi Kusama.

Conheci a arte de Yayoi Kusama cerca de um ano atrás, numa viagem para Madri, dentro do museu Reina Sofía. É intenso, é instigante, é desafiador, é vibrante, é único! Isto que a arte faz, transportar para um novo mundo, novas perspectivas e pontos de vista!

Kusama, octogenária que representa vários movimentos numa história só. A artista se internou numa clínica psiquiátrica em Tóquio em 1977 e, mesmo depois de receber alta, pediu para continuar lá, onde aonde vive por opção. Li que sai de casa dia sim, outro não para trabalhar no estúdio que fica perto. Deve achar a vida fora de lá muito louca?

www.louisvuittonkusama.com

Vamos aguardar para ver! Meu objeto de consumo é a capa de chuva, alegrar os dias na Pauliceia com as bolas coloridas de Yayoi Kusama seria uma ótima oportunidade de re-lembrar de tudo que senti quando vi sua obra pessoalmente, e perceber um ser humano único e completamente envolvido com sua arte, seus ideais e idéias! Inspiração!!

Olhar contemplativo

Olhar contemplativo -

Desde sempre tive fascinação por borboletas, papillons e butterflies.

Sim… para mim, em cada língua esse som adquire uma linguagem própria… Lembranças de infância, várias delas, tipo borboletas azuis (Blue Morpho Butterfly), pretas por fora, mas quando abriam as asas para voar eram de um surpreendente azul celeste, multicor, brilhante, e voavam aos montes__ uma nuvem celestial de borboletas azuis embaixo do abacateiro no Vinhático…

As crianças são um universo único realmente. De repente, percebo esta cena… e me encanto! Os compromissos que esperem _
pois estou vendo uma mágica maravilhosa bem em frente dos meus olhos!

…o tempo pára nesse instante no mundo paralelo que crio para mim. O pensar fotografia, o meu inconsciente, aquele momento, a camêra, o coração pulsante…

As bolhas de sabão e a alegria infantil_ me encanto com a efemeridade e rapidez desse momento, mas não tão rápido quanto minha percepção e um clic para eterniza-lo e te convidar a refletir comigo!

Almejo que meus olhos de jabuticaba nunca se cansem desses momentos, que a pressa do dia-a-dia não me tire o encanto de olhar e contemplar cada vez mais e melhor, todo dia, sempre, tudo!

Percepção aguçada acompanhando a dança do movimento e do tempo.

Fotografar é a chance de reVER o que foi visto com novo olhar. Oportunidade de reVER novamente, e que esta contemplação suscite novos sentimentos e pensamentos.

Como caçadora de borboletas sigo a vida com minha camera fotográfica em punho. Que este dom de eternizar imagens possa sempre aguçar meus sentidos e ser um convite a quem contemplar imagens por mim capturadas.

Almejo traduzir pelo meu fotografar reflexões e reações, promover debates e rever embates, perceber e registrar o que talvez passe desapercebido.

Resgatar o encantamento, tirar os véus.

E viajar através do mistério da lagarta que subitamente ganha asas e vira borboleta. Que minhas fotos promovam voos altos. Quero fotografar você e revelar aquilo que sequer tenha percebido, que tal?

Um click pode mudar tudo!

A metamorfose - crédito da foto: Google

Amor

 

Amor aos Pedaços

Dias virão que estas dobrinhas roliças darão espaço a braços viris, estes pés rechonchudos sustentarão passos firmes. Conforme seu filho cresce, aumenta sua gratidão por ele existir, dilata em seu peito a alegria de acompanhar sua evolução. Seu amor se expande em proporção. Quando seu cheirinho de bebe estiver apenas na memória, e seus braços não conseguirem mais enlaça-lo, um click pode fazer que o tempo volte. Registre seu amor.