Frank Aguiar – Revista Caras Brasil

Frank, Aline e eu, para um editorial da Dip en Dap.

Conheci o Frank Aguiar e sua esposa Aline fazendo um editorial para a loja infantil Dip en Dap, confira no link:

http://www.dipendap.com.br/imprensa_frank.php

As fotos definitivamente narram fatos.
Ilustram acontecimentos.
Devolvem a oportunidade de observar novamente um tempo que permanece no coração. FotoGRAFAR é desenhar na memória, e coloRIR o que não queremos esquecer
nem jamais deixar de lembrar.

O que são pessoas famosas? O que são as celebridades?
O artista pop Anday Warhol profetizou em 1968 que todos teriam seus 15 minutos de fama.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Celebridade_instantânea

A fama e o sucesso são realmente questões relativas.
Depende do habitat, da cultura de cada um, do universo que transitam. Inegavelmente há unanimidades.

Ser famoso, ser celebridade é diferente de ser reconhecido.

Conta é ser genuíno, autêntico, independente dos séquitos de fãs, da opinião pública, ou da pose ensaiada e esperada.
Reconheci naquele casal pessoas afáveis, gentis que pousaram com graça para minhas lentes independente de seus feitos, posição ou situação.

Fator surpresa. Descobrir e registrar o que está além do que pode ser visto. Este é um dos ingredientes que acompanha a grande parte dos fotógrafos e pode fazer toda diferença numa sessão de fotos. O olhar quase curioso do outro que está a sua frente, o diálogo estabelecido entre ambos. Gosto da revelação que cada imagem capturada conduz e propõe. Pode ser famoso, pode ser anônimo, diante de minha grande angular, há um mundo para ser revelado, a cada click, proponho um novo ângulo.

Quero te fotografar, vem!

FotoGRAFAR é desenhar na memória, e coloRIR o que não queremos esquecer nem jamais deixar de lembrar.

Les Poupées

Les Poupées

Duas poupées entraram no meu estúdio…
Luz! Câmera! Ação!
Cada uma na sua posicão.
Uma na direção, outra na observação.
Rebatedor posicionado, luminosidade.
No retrato revelado
reencontro duas meninas que
emocionam. O olhar curioso indaga:
-Qual direção tomar?
Por onde seguIR?
-Importa agIR? Ou sentIR?
-Qual o rumo certo?
Importa dIRigIR!
O caminho se faz caminhando.
Meu desejo um dia retratá-las novamente
e reVER tal olhar qual enredo encontrou.